quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Bem dito seja eu, entre as mulheres

Lindas de morrer... mas do CIFOP!

Esta fotografia é só para provar que o André não estava a mentir e para regalo dos olhos do nosso presidente!

E também para me pôr no meu lugar. É isso mesmo. Quando olho para esta foto, recordo o que fui e penso no que sou!

Os nossos verdes anos, a nossa juventude, a nossa força, o nosso ideal, a nossa beleza... tudo aquilo que já lá vai! Não digam que estou a ser sentimentalista! Não têm espelhos? Não vêem as vossas rugas, as vossas carecas, as vossas barrigas? e o resto? nem sequer falo!

A idade ensina-nos muito e também nos trás coisas boas. Tenho dois filhos lindos, que não trocava por idade, ou tempo algum, mas porra: um homem não é de pau e olhar para trás e ver-me assim rodeado de mulheres bonitas e pensar em tudo o que vivi, até me dói a alma!

Se pelo menos elas tivessem conservado esta frescura e esta beleza. Se tivessem ficado como que crio preservadas no tempo, só para consolo das nossas vistas! Que bom seria. Parece que ainda lhes sinto o cheiro! Sim. Porque elas eram bonitas da cabeça aos pés e cheirosas. Muito cheirosas. Ainda mais que rosas.

Resta-me a ilusão de que a beleza da juventude delas as tenha transformado em bonitas esposas, ou pelo menos, com toda a certeza, em bonitas mães, que é o que a vida nos dá de melhor.
É bom sentir que a seiva que de nós se esvai, é toda absorvida pelos seres a quem demos vida e a que tanto amamos. De tal modo, que os nossos prazeres deixam de ser os nossos e passam a ser os deles.

Sejam felizes que a vida é curta. Mesmo muito curta

14 comentários:

Presidente disse...

Malva... nem li o texto.. nem é preciso, és um homem de palavra!
O Rabiçais é só garganta, gajas boas é com o Malva!

Graciete disse...

Malva,
Como tu dizes, e concordo, que sejamos felizes!
Se a frescura da juventude já se foi, que importa?
Acrescentámos outras belezas, mais importantes, porventura.

Dina disse...

Graciete..façamos como a raposa que ao olhar prás uvas e não lhes chegar..dizia ..são verdes..não prestam para comer.

looool

Presidente disse...

VILMA disse:
Vamos ver se consigo colocar o meu endereço:vilma_acores@hotmail.com
Anos de frequência na Universidade dos Açores – engenharia zootécnica 1985 a 1991.

Graciete disse...

Dina,
Sei que eu e tu, temos feito sempre como a raposa.
Não foi isto que fizemos no DCA e não é isto que continuamos a fazer aqui no Blog?
Beijinhos

Jorge Rabiçais disse...

pois, pois, presidente e Malva, garganta eu tenho realmente, mas garanto-vos que não tenho só garganta.... tb tenho tomates!
um dia havereis de ver!
As gajas, de facto são lindas, apenas elas e o gajo lá no meio tb é bonito, mas era mai lindo se tivesse sido ele o fotografo!
beijos para elas e pra vós... machos, agora nem um aperto de mão!

mascarenhas disse...

Eu sabia que era alguém que ainda eu lembrava, o protagonista da foto, se não é, é um irmão gémeo do Prof. Fontes

Isabel Alvaro disse...

meus caros, não compreendo bem como se tratam meninas por gajas.
não me parece que essa linguagem dignifique os presidentes, os poetas e os zootecnicos afamados.
aqui fica o meu protesto.
Veloso

Isabel Alvaro disse...

meus caros, não compreendo bem como se tratam meninas por gajas.
não me parece que essa linguagem dignifique os presidentes, os poetas e os zootecnicos afamados.
aqui fica o meu protesto.
Veloso

António Pedro Malva disse...

Começo por responder à minha querida Isabel

Como sabes, mudei muito em relação aquela época. Nem tu me reconhecias! Lembras-te? Mas numa coisa eu não mudei: para mim continuam a ser MULHERES bonitas.

Quanto ao Rabiçais, ainda não percebi bem, mas dá-me a ideia de ter um complexo qualquer em relação aos tomates, porque ainda não falou de outra coisa!
Jorge, cada um tem o que tem. Passa à frente. Eu sei que tens mais e melhor para oferecer a este blog. Faz um esforço.

Em relação ao Fred, gostaria bem de saber o que se passou. O que conheço do Fred, não é coerente com a atitude que está a tomar.
Eu sempre disse o que quis e, obviamente, ouvi as que não quis aqui no blog.
Fui eu o primeiro a falar em ditadura. Lembram-se? Mas a sensura ainda não me calou.
Fred, dá-me uma luzinha do que se passou (pedro.malva@gmail.com). Um abraço para ti.

No que toca ao Mascarenhas, que tenho o prazer de não conhecer, só posso dizer que é burro: escreve mal como o raio; acho que ainda não percebeu patavina do que por aqui se passa; e como se não bastasse, confunde-me com o Fontes! Sem ofensa ao Fontes, mas com essa é que me fodeste! (P.S. Não percas tempo a responder-me)

Acho que a única pessoa que foi capaz de fazer um comentário inteligente à minha postagem, e que entendeu a mensagem para lá da "gajas", foi uma pessoa que começo a conhecer e a apreciar.
Um biejo Graciete ... e outro para a Dina, que também percebeste pelo menos um bocadinho!

Um abraço a todos

Oli disse...

Foi com paleio deste que as levaste meu amigo.

Jorge Rabiçais disse...

Bem, apetece-me dizer que esta postagem de facto é um erro, porque:
um - faz confusões imensas e juízos de valores;
dois - quem disse que gajas é um termo depreciativo?;
três - quem disse que falar em tomates é ter complexos?;
quatro - continua a dizer que tu Malva, ficas mal no meio de tanta mulher bonita (que queres que te diga mais... eu gosto de ti, mas elas realmente é que me seduzem.... eh, eh);
cinco - malva, por morrer uma andorinha não acaba a primavera, e por eu ter momentos de menor lucidez também não quer dizer que esteja senil, pois comentários despropositados e que extravasam o razoável todos temos até tu!;
seis - também não conheço o Mascarenhas ...;
sete - o Oli é que tem razão!
oito - beijos e abraços
nove - este blog está com os nervos à flor da pele!
dez - feliz natal!

Veloso disse...

Caros Amigos,
tenho que tentar esclarecer umas coisinhas:
Malva, se conheces bem a Isabel sabes que ela nunca assina Veloso.
No que se refere à foto, esta passava muito bem sem ti, a beleza femenin presente era suficiente para que a foto fosse de elevada qualidade.
Jorge e Malva, no que se refere ao comprimento das pilas o que a tem maior é o Issac e o joão (tem o mesmo tamanho (não se preocupem que eles percebem)
Mascaranhas, ele realmente parece o Fontes.

António Pedro Malva disse...

Veloso

não percebo nada dessas pilas. Só quero que a dos meus filhos, funcionem tão bem como a do pai!
Pode ser pequena(dependendo da escala), mas sempre foi muito trabalhadora!

Quanto ao Fontes, não me digas que não sou mais bonito, que fico triste

um abraço

Related Posts with Thumbnails