domingo, 12 de outubro de 2008

A NOSSA ANTIGA Academia … e a MINHA ACTUAL Academia!

É sempre com uma grande honra que escrevo os momentos vividos na nossa Academia.
Poderia, porventura, escrevê-los e não divulgá-los, quiçá, a pensar nalgum livro autobibliográfico, de memórias, ou até mesmo, apenas contar o que foi ser aluna de uma Universidade Portuguesa, na década de 80, o que seria talvez bem mais apelativo nos escaparates das livrarias.
Mas se fosse autobibliográfico, isto é só para as pessoas importantes, e estas agora aparecem na comunicação social, sabe-se lá a troco de quê! E estas coisas, não são para mim!
Gosto de ter liberdade de escolha… não quero disciplina de voto, não quero silenciar as minhas opiniões, não quero esquecer as minhas raízes, não quero “favores”, não me importo com o que os outros possam pensar de mim…!
Além disto, este espaço também não é propício para os que gostam de protagonismos ou de exibicionismos baratos.
É apenas, e tão somente, um local de reencontro de antigos alunos do DCA, que partilham este espaço, como outrora partilharam os quartos ou as casas, e que lembram momentos vividos, como outrora partilhavam estas vivências aqui contadas. É este o meu entendimento!
E agora, que os nossos colegas mais novos, melhor dizendo, os que nos seguiram e já assistiram à “Obra feita”, palavras do Solipa, e que estão a aderir à nossa iniciativa, tenho o prazer de relembrar alguns acontecimentos, que pertencem aos primórdios desta Academia, que, por mim e por todos os que se orgulham de terem contribuído para o actual DCA, não estão, nem serão esquecidos!
E vou remontar-me aos primeiros dias da minha chegada ao DCA. Lembro-me de estar afixada, nos vidros da secretaria, uma lista com os nomes dos colocados. Sei que cheguei a espreitá-la. Já não me recordo dos dados que lá constavam, mas sei que o sexo está identificado e acho que a proveniência de cada aluno…
Do que me recordo perfeitamente, é de ter sido abordada por uma colega nossa, que me disse:
- Tu é que és a Graciete, a que entraste com a nota mais alta? Porque é que não foste para o Continente?
E respondi:
- Sim, sou a Graciete, mas não sei se tive a nota mais alta.
E ela, lá me levou para verificar!
Pois é. Eu nunca disse que tinha tido a nota mais alta a nenhum dos meus colegas. Saberão agora, apenas porque necessito de trazer este pormenor para o texto.
Mas, mesmo antes de olhar para a lista, sabem o que respondi?
- Sei que tinha nota para entrar no ISA. Mas escolhi a UA, em 1º lugar.
Pois é!
Como muitos sabem, presentemente, faço parte do corpo docente desta Academia, no DB.
A minha colega, a da nota, também faz parte da Academia.
E, dos actuais docentes do DCA, existe um número bastante apreciável de antigos alunos.
Poucos se dignaram enviar a sua fotografia, para constarem da lista dos Associados. E, destes, apenas o Carlos Vouzela, tem participado.
E agora, há distância de 25 anos, não posso deixar de tecer algumas considerações, e de levar os primeiros antigos alunos a reflectir.
Tenho orgulho de ter sido aluna do DCA, mas o DCA não tem orgulho de me ter tido como aluna!
Como já algum tempo disse, aqui neste espaço, fomos nós que lançámos a primeira pedra do DCA.
E o DCA prosseguiu com muitos de nós, dos nossos antigos alunos.
Inegavelmente, quer queiram, quer não, fomos nós que iniciamos “A HISTÓRIA DO DCA”!
Acho inacreditável, na conjuntura que se vive nas Universidades em Portugal, e na nossa também, que estou bem por dentro, que não tenha havido, a nível superior, uma nota de apreço pela iniciativa que juntou, num almoço, ao fim de 25 anos, alunos que frequentaram a minha actual Academia, que oriundos maioritariamente do continente vieram estudar para o DCA, e que, estando no continente, não a esqueceram e, em nome dela, se reuniram.
Como docente desta Academia, tenho, como todos os docentes, quantas vezes, o meu e-mail inundado de lixo, ou seja, de notícias sem interesse!
NÃO POSSO TER ORGULHO DE UMA ACADEMIA QUE IGNORA OS QUE MUITO CONTRIBUÍRAM PARA A SUA HISTÓRIA!
Resta-me apenas, ter orgulho dos Professores que à minha entrada, já o eram!
Bem hajam!

31 comentários:

Presidente disse...

Quem fala assim, não é gago!
Quem assim fala, uma vez aqui escreveu: "ERA ESSE O ESPÍRITO QUE NOS UNIA E É ESTE O ESPÍRITO QUE NOS UNE".
Mas minha querida Amiga, eu sendo mais "fóssil" que tu, mas um nadica menos fóssil que uns poucos, no meu tempo de 1º ano no DCA (em que a totalidade da academia não ultrapassava os 25 alunos) havia uma maioria com esse tal espírito, e uma minoria sem...
Afinal, faz parte da vida não haver unanimismos, e o direito de se manifestar é livre.
Porque o teu sentimento de apego aos tempos áureos da nossa juventude, e a genuinidade dos afectos construídos à sombra de uma academia em construção, sendo fortes, puros e por isso MAIORES, fazem de ti, aqui na nossa sala de encontro diária, uma das principais protagonistas: lida, comentada, acarinhada, tudo reflexo da tua entrega a todos os que aqui se manifestam.
Todo este palavreado poderia ser resumido assim: Vergo-me, em vénias sucessivas, como sinal do meu respeito e admiração!
Beijinho
Joaquim Marques

Graciete disse...

Meu querido Presidente,
Estou sem palavras...
Não posso, contudo, deixar de agradecer o teu apreço e de realçar a tua sinceridade.
Lembro, para os mais novos, que foste o 1º Presidente da Associação Académica dos Alunos de Ciências Agrárias, e para mim, assim serás...sempre!
Quantos aos "Fósseis do DCA", citando tal como foi escrito, começo a pensar que, o "rapaz" talvez esteja correcto. Mas, só poderão mesmo lá estar, bem colocados às pedras!
Sabes, em Agosto, estive em Londres, de férias, e fui ao Museu de História Natural de Londres, visitar 2 colegas e amigos, investigadores, pessoas simples, despidas do valor que têm, e, nos fósseis, em exposição, não reconheci nenhum dos "nossos"!
Os que aqui andam, neste espaço, poderão ser, porventura, "Combustíveis fósseis", e era isto que o "rapaz" deveria querer dizer!
Estes, são bem cotados, o Mundo gira em torno deles, e também são inflamáveis!
Mas...não são renováveis!!!
E nós, recordamos o passado, vivemos o presente e pensamos no futuro!
E temos o poder de encaixar tudo isto, e de nos renovarmos, todos os dias!
Bem hajam,também.
Obrigada, Sr. Presidente.

Luis Rocha Homem disse...

Ola Graciete

Muito bem!
Desculpa mas terei k te enviar novamente um bj pelo que disseste.
Luis

Graciete disse...

Luís,
Que prazer que tenho de te ver por estes lados...
Vais ainda ter que enviar muitos...e muito bjs...para te redimires!!!
Vá lá...não precisas de pedir desculpa!
Mas... não estás, de todo, perdoado!!! heiheihei!

Graciete disse...

Sr. Presidente,
Não é que estive a conversar, ao telefone, com a minha mãe, e eis que me disse:
- Vimos agora a Helena (Flor de Lima)e estivemos(os meus pais)a conversar. Ela disse que andas a chater a cabeça dela por causa do Blog!
Isto não se faz!!!
O que me vale, é que foi a minha mãe é que andou à procura das minhas "fotos da Terceira", que estavam bem depositadas na casa dos meus pais...caso contrário... o cenário ficava negro!!!
Ah, acrescento ainda que eles conhecem muito bem a Helena Flor de Lima!
Senão..já estava tramada, com as queixinhas dela!!!

Presidente disse...

Estou com a Helena Flor de Lima, como tu com o Luis Homem, a ter que acertar umas contas... Não é que ela tomou a iniciativa de me telefonar, eu ia na autoestrada A5, quase provoquei um choque em cadeia...e aquela curisca não manda uma foto pró blog...

Graciete disse...

Marques,
Vou ter que a chatear ainda mais... ou então, estou cá a pensar...
...que se manda o Mendes tirar a foto... sem ela saber!
Anda a fugir com o rabo...
O que vale é que a Natureza é justa...e o tempo...marca todos, por igual!
Mas o Luís Homem ... vá lá... tem sempre uma palavra de apoio!
Embora os fusíveis estejam a precisar de mudar ou de chocalhar!!!

Anónimo disse...

Graciete, disse há uns comentários atrás que tu merecias estar no Quadro de Honra, contino a achar que o mereces, acima de tudo pela qualidae e alma dos teus comentários e não pela quantidade...
beijinhos
Teresa Valdiviesso num domingo à tarde...

Presidente disse...

Ó Teresinha,
num domingo à tarde?
Que raio de conotação têm os teus comentários feitos num domingo à tarde?
Risos
Mas a moçoila merece um quadro de honra sim Senhora! Vou pedir ao Senhor Professor Doutor Catedrático Licenciado em Produção Animal pela Universidade dos Açores, Digníssimo Diector do DCA actual, que nos empreste um enorme quadro dos que tem na Terra Chã, para nele inscrever a ouro o nome da Graciete!
Será que os Borbas de S. Jorge, são ainda uns Seres Generosos?
Ou será que fossilizaram de vez, e aguardam em fila para serem expostos no Museu da História Natural de Londres?
Esperemos pacientes o desenrolar da coisa... Estou espectante!

Graciete disse...

Teresa,
Obrigada pelos teus comentários.
Tens sempre uma palavra de apoio, o que é importante para os que cá estão. Sentem-se ouvidos e compreendidos!
Beijinhos e resto de um bom Domingo.

Graciete disse...

Marques,
Entendo que quanto vais valências ou competências adquiridas que as pessoas possuem, mais completas são, e não o contrário, como alguns entendem!
E, dentro de um espectro amplo, que é isto que nos faz sermos únicos!
Quanto a quadros, não te preocupes que resolve-se bem!
Digo-te que todos os quadros que estão nas minhas paredes, e são ainda alguns, são telas únicas e bem originais, das quais me orgulho muito, porque foram todas pintadas por mim!
Como vês, gosto de todos os lados da vida.
Beijinhos

Anónimo disse...

Presidente,
a conotação do domingo à tarde é de moleza...Está um dia de chuva! Até tinha mais para dizer à Graciete, mas o domingo à tarde só serviu para desculpar as minhas tão poucas palavras para ela, é que acho que ela merece muito mais, tu és o nosso Presidente, mas ela a nossa ALMA sempre presente e com algo de VALOR a aacrescentar...
Um beijinhoo especialmente ao Presidente e à Graciete, no mesmo domingo à tarde, aqui da Teresa...

Graciete disse...

Teresa,
Obrigada, pelos teus comentários.
Mas tenho esperança que apareçam mais colegas, com a mesma atitude. Caso contrário, ainda vão ficar fartos de mim...se é que já não andam!
Beijinhos

Luis Rocha Homem disse...

Graciete
atao ando eu aki a derreter me em amabilidades para ctg e tu vens com essa historia dos fusiveis? eheheheh. n está certo, n ha direito... tou a ver k vou penar durante decadas ate ter uma pikinina absolvição.
Sabes, apesar de tudo, gosto de pessoas como tu, assim directas e k dizem o k lhes vai na alma...
Mantem te assim.

Graciete disse...

Luís,
Ai, ai, ai...
Andas a atiçar-me!
Eu a contar verdades e inclusivamente, a dar-te conselhos...e tu aí com os fusíveis!
Sabes, 1º lugar tenho de dizer o que me vem da ALMA e a VERDADE.
Se é de uma forma directa ou indirecta, se é através do silêncio, uso isto tudo!

Luis Rocha Homem disse...

Não ando nada a atiçar te. serio k nao ando...
simplesmente gosto da forma como dizes as coisas... e ainda por cima és ironica...
olha la, ja te lembraste de mim no DCA?

Graciete disse...

Luís,
Estou a brincar!
Não, ainda não tive quem me ajudasse nesta difícil tarefa, mas tenho experança de lá chegar!
Pronto, desta vez mando-te uns bjs, pelas comentários de apoio.
Já não é mau!

Luis Rocha Homem disse...

Graciete
Eu sei que tavas a brincar. Eu também estava...
Eu já me lembrei de ti...
Vou tentar arranjar uma foto minha daquela época. Tavez ajude.

Graciete disse...

Luis,
Deves ter tido alguma ajuda!
Faz isso...pode ser que ajude.
Olha, tenho estado a escrever uma postagem, mas das divertidas, e já está prontissima! Mas vou aguardar, e qdo achar que está na pela altura certa, lá vai aparecer.
Onde é que tu estás?

Alberto Freitas disse...

Graciete:
Parabens pelo empenho que tens dedicado a este blog que a todos enriquece.
Nunca te doam os dedos, continua a enviar textos com a qualidade e a profundidade com que o tens feito.
Um abraço
Alberto

Pedro Manaças disse...

Gracie....
Adoro charadas!
Dá-me só uma dica: a colega que te abordou era do nosso ano?

Graciete disse...

Colegas e Amigos Niger e Manaças,
Niger - tenho 1 postagem com o teu nome, já prontissima, mas vais ter que esperar... És tb mto engraçado nas estórias.
Manaças - como é evidente não te vou responder a esta pergunta!
Beijinhos

Mendes disse...

Força Graciete! O povo está contigo.
Continua assim que vais longe. Mereces, sem dúvida, pela tua acção e dinamismo, ser considerada a nº. 1.

Anónimo disse...

Graciete
Gostei muito de ler o teu testo, todos eles mas falo do último, muito orgulosos de termos andado na terra chã foi uma escola de vida, cada qual tirou daí o melhor, obrigada pelas tuas palavras. Pelos vistos escreves e pintas isto é que é ser versátil, tenho inveja de não saber pintar bem pq deve ser muito relaxante. Um beijinho Helena Trindade

Graciete disse...

Amigo Mendes,
Muito contente fico por ouvir dizer que "o povo está contigo" e "Viva o povo"!
Quanto ao ires longe...só espero mesmo ir na idade!

Graciete disse...

Helena (Trindade),
Obrigada pelos teus elogios.
Realmente foi uma escola de vida!
E os que aqui aparecem têm orgulho de por lá terem passado algums dos bons anos da sua vida.
Beijinhos para ti
Diz ao Chico Armas para aparecer, ou vou ter que publicar uma foto comprotedora que tenho com ele!!!

Manuel Loureiro disse...

Querida Graciete
li agora o teu texto e não posso deixar de o subscrever.
Parabéns e um grande beijinho para ti.

Manuel Loureiro disse...

P.S. ao comentário anterior - O Pedro Manaças está mesmo distraído, ou então afinal não conhece os colegas tão bem, se está lá o nome escrito com as letras todas como é que ele ainda fala de charadas?

Graciete disse...

Manel,
Obrigada pelas tuas palavras. Esta gente quer é charadas...mas anda distraída!
O rapaz sempre foi muito atento nas aulas, mas com os colegas do lado e até do fundo da sala. Nisto não nos podemos queixar.
Boa sorte para as tuas novas funções.
Beijinhos

Presidente disse...

Venho aqui só deixar uma beijoca, e contribuir para que esta postagem tenha 30 comentários...
És muito à frente, Graciete, bates o pessoal todo em numero de comentários.
Parabéns!
Marques

Graciete disse...

Marques,
Como sabes, gosto de responder aos comentários que me são dirigidos, o que também faz, talvez inflacionar o número.
Mas também estou sempre a comentar nas postagens que tenho afinidade.
São sempre os mesmos a postarem, e os comentários, umas vezes mais de uns, outras menos, mas também vai dar no mesmo. Mas eu estou sempre, e quando os percorro, já estou farta de ver a minha foto que até já fui mudando. Poderão dizer que posso tirá-la, mas gosto de dar a cara, mas com mais...

Related Posts with Thumbnails