sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Parabéns, UA!




Foi em 9 de Janeiro de 1976, que o então Instituto Universitário dos Açores deu início a um novo ciclo da História dos Açores e do País.
Para quem estudou no DCA, sabe bem da importância da Universidade dos Açores ter 3 campus universitários, pois num arquipélago com 9 ilhas, foi e é importante descentralizar esses pólos, para que os Açores tenham um desenvolvimento harmonioso e equilibrado.
Em dia de festa da nossa Universidade, não podia deixar de assinalar esta data e partilhá-la convosco!
Parabéns, Universidade dos Açores pelos teus 33 anos!!!

8 comentários:

Adelaide disse...

Joaquim Leça sempre em cima do acontecimento!

Jorge Carvalho disse...

Leça, que bom a tua presença neste blog, pois assim, sabemos todos que as datas não passam em vão!
Sendo assim, e eu não sabia, muitos parabéns UA!

Oli disse...

Que falha grave seria não nos termos lembrado desta data. Grande Joaquim.
Mais um pretexto para pedir patrocínio ao Governo regional para irmos todos ao Campus marcar a efméride de 33 anos de vida ainda que com uns mesitos de atraso!

Joaquim Marques disse...

Acontece muitas vezes às pessoas
Que de sentimentos
São agarradas a todos os lugares
A ideia de que o partir não existiu
E a chegada
É a continuação da vida
Antes do partir.

Joaquim Marques

Joaquim Marques disse...

Há 29 anos, em Janeiro de 1980, entre o dia 7 e o dia 10, vindo de Sta Maria, tive o previlégio de conhecer o IUA em Ponta Delgada. Não tendo eles gostado do meu perfil e correspondente Registo Criminal, e qual Gungunhana, fui mandado prá Terra Chã. Cheguei a 11-01-80 a um Hospital da Força Aérea, sem alunos, tudo caído... Depois lá começaram a chegar os outros. Ao fim de uma semana, no 1º ano eramos 14, no 2º ano eram 6, no 3º ano não havia alunos, no 4º ano eram 5, no 5º ano não havia alunos!
Assim se começou a história, a minha! A vossa é muito mais colorida e muito bem contada aqui.
Bjs e Abraços
Um Fóssil

Graciete disse...

Sou pouco menos fóssil que tu, Marques, mas revejo-me no que disseste, pois entrei em 82. Foi o ano que extravasou a pacatez do DCA de então. Foram cerca de 60 alunos que vieram agitar este pequeno universo de alunos. E, esse tempo, esses lugares, esses colegas, o dia da partida, são marcas indeléveis que, também, fazem parte da minha história. E como o presente faz-se de passado e futuro, não quero apagar nenhuma destas marcas que me enriquecerem, por mais pequena ou fútil que seja.
Uma cota moderna!

António Pedro Malva disse...

Joaquim

tenho de te agradecer, pois estas datas merecem serem lembradas e parece-me bem que se não fosses tu, passariam em branco.

um abraço

Adelaide disse...

Esqueci-me de vos dizer que adorei a medalha doa 20 e 30 anos que a UA ofereceu aos antigos alunos. Também tenho gostado muito das comemorações oficiais, para as quais todos somos convidados!

Related Posts with Thumbnails