quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Mensagem de Ano Novo



10 comentários:

Joaquim Marques disse...

Caríssimos! Todos!
Muitos, como eu, tivemos a sorte de conhecer em 2008 o Jorge, que com os seus Sais de Carvalho temperou a sopa da nossa indiferença.
Um dia o Clero perdeu um promissor Teólogo e iluminado Bispo para o Mundo ganhar um Amigo.
Sementeira feita em 2008, voemos para a colheita em 2009!

Oli disse...

Com estas palavras na abertura do ano de 2009 não há tormenta que desvie o Pelicano do seu caminho em busca da esperança.
Bom augúrio para quem tem a humildade suficiente para o seguir.

Graciete disse...

Também eu tive a grande honra de conhecer o Jorge, em 2008.
Nos sistemas biológicos, existe um equilíbrio perfeito e as leis que os regem, quando as que sabemos interpretar, estão muito bem fundamentadas. Estes reagem aos factores ambientais, ocorre a evolução, a dinâmica acontece, tendendo sempre para o equilíbrio. O Homem, integrado hoje na noção de Ambiente, ultrapassou claramente estas leis e sofre já as consequências de tal apropriação desmesurada.
Não soube ter a humildade de compreender e respeitar.
Que nos 2009 nos traga esta capacidade.

Adelaide disse...

"A capacidade de raciocinar". Excelente 2009.

Jorge Carvalho (Rabiçais) disse...

Obrigado pela vossa palavras, mas de facto a honra e o prazer é todo meu, pois neste local, como um dia disse, é o local de REENCONTRO, comigo, convosco e com a rota de um futuro que tento, a cada passo, aferir e corrigir, para que o meu destino se cruze com o dos que mais gosto... tais lá!
Bem haja a todos!

MigBez disse...

dia 30/12/2008 tomei café com "Sais"... Abraço. Bom Ano

Joaquim Leça disse...

Rabiçais,

Sempre ao mais alto nível.
Este texto vem bem a propósito nos primeiros dias deste ano novo.
Bem hajas!
Aquele abraço!

Graciete disse...

Miguel Bezerra, diz lá a verdade!
Com "Sais", foi mesmo um CAFÉ?

Jorge Carvalho (Rabiçais) disse...

Obrigado Leça, Obrigado Bezerra!
Deusa, tu bem queres que alguém me apanhe com o copo na mão, mas vou ter que te desiludir... deixei de beber há 35 anos, os primeiros 4 fui alimentado a sopas de cavalo cansado, dai em diante nunca mais toquei no álcool!

Graciete disse...

Jorge, não acredito mesmo nada que me vás desiludir!

Related Posts with Thumbnails