sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

O CÁBULA, 19 anos depois!

Pois é, caros colegas.
O CÁBULA, jornal da então Associação de Estudantes de Ciências Agrárias surgia neste dia há 19 anos. Aqui fica a capa do número zero, bem como algumas páginas do jornal e a ficha técnica do mesmo.
Como vêem, o Eugénio Diogo foi o primeiro director e o director-adjunto foi o José António Pacheco, mais conhecido por ZAP. E lá estou eu como redactor, entre outros amigos e colegas, como o Jorge Tiago, o João Martinho, o Ricardo Madureira, o Celestino Magalhães, a Manela Bessa e o Rui Sousa que apesar de aparecer na ficha técnica só entregou o seu texto no número seguinte. Ah, e não nos esqueçamos das educadoras do CIFOP e um dos docentes que mais participou n' O CÁBULA e actualmente é o director do jornal A UNIÃO, o Professor Tomaz Dentinho!
Bons tempos!!!










6 comentários:

Presidente disse...

Ainda ninguém te comentou Eng Leça?
Um dia explica-mes uma coisa? é que eu sou fóssil, e outros adjectivos próprios e impróprios, mas que me consomem o juízo, e fico sem entender as coisas mais comuns:
A Associação começou como Ass. Académica da UA, depois fez-se a AECA, mas já vi fotos com bandeiras de uma AECAH...
O que significa essa ultima sigla?

Oli disse...

Histórico o exemplar nº 0.
Já confirmei e não há nenhum na Torre do Tombo.

Parabéns ao Joaquim por teres guardado um pedaço Importante da nossa memória colectiva.

Oli disse...

Presidente, segundo me parece AECAH seria:
Associação de
Estudantes do
Campus de
Angra do
Heroísmo

Mas nada como esperar pelo veredicto do nosso Joaquim Leça.

Joaquim Leça disse...

Obrigado pelas vossas palavras, Marques e André!
Quanto à questão colocada pelo Marques, o André respondeu acertadamente.
Aquele abraço!

Graciete disse...

Leça,
Louvo-te por teres um documento de tanto valor, quer para os que nele participaram, quer para todos os outros colegas, que apreciam as memórias do DCA.

Jorge Rabiçais disse...

LEÇA,
grande amigo, sabes bem que fico feliz por me avivares a memória, pois assim, sorrio sempre que me revejo na história do DCA,onde o Cábula é uma parte desse caminho!
Bem haja a tua pessoa e o teu inestimável espólio!
Só não te dou um beijo na boca porque dizem já que sou maricas, mas um abraço forte e apertado, ninguém me vai impedir de dar, por isso.... aquele abraço muito apertado!

Related Posts with Thumbnails