terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Era uma vez

"ERA UMA VEZ... 4 funcionários chamados Toda-a-Gente, Alguém, Qualquer-Um e Ninguém. Havia um trabalho importante para fazer e Toda-a-Gente tinha a certeza que Alguém o faria. Qualquer-Um podia fazê-lo, mas Ninguém o fez. Alguém se zangou porque era um trabalho para Toda-a-Gente. Toda-a-Gente pensou que Qualquer-Um podia tê-lo feito, mas Ninguém constatou que Toda-a-Gente não o faria. No fim, Toda-a-Gente culpou Alguém, quando Ninguém fez o que Qualquer-Um poderia ter feito. Foi assim que apareceu o Deixa-Andar, um 5º funcionário para evitar todos estes problemas."

5 comentários:

Presidente disse...

Ora aqui está uma excelente mensagem! E eu peço licença para me apropriar e endereçar a muitos dos AUTORES deste blog que nunca publicaram nada.
Assinado: "Deixa-Andar"

Graciete disse...

Cláudia, sinceramente gostei muito deste trecho que nos trouxestes.
Relata muito bem as atitudes que podemos assumir no nosso dia-a-dia, sejam elas nas mais diversas áreas.
Como, normalmente, estes últimos dias do ano são de "Balanço", que se reflicta e absorva esta mensagem.

Jorge Carvalho disse...

Ora, como Toda-a-gente sabe, e não é segredo para ninguém, que Alguém disse um dia que O Deixa-Andar é típico de Qualquer-Um, por isso, eu estou aqui para dizer que não me oponho!
Milhões de beijos de Alguém, para Toda-a-Gente, pois Qualquer-Um sabe que nesta questão de beijos eu não Deixo-Andar, mas se deixasse Ninguém se importava!
CK, Bjinhos e bom ano!

Adelaide disse...

Com tantos colaboradores, quem é que inventou a crise? Deixa Andar, que é excursão...

Mendes disse...

Cláudia!
Grande história! Agora que começaste a postar ninguém te segura. Oh pessoal cuidado com a Kay.
Um abraço.

Related Posts with Thumbnails