terça-feira, 28 de outubro de 2008

O "miúdo"

No nosso 4º ano de Engenharia Agrícola, eu e a Lena Flor de Lima tínhamos Mecânica por fazer. Daquelas coisas que acontecem, vá se lá saber porquê!
Decidimos que iríamos fazer a cadeira, ser as melhores alunas, pois muita coisa jogava a nosso favor: a maturidade (?), a vergonha de ainda não ter a cadeira feita e o professor que era novo no DCA.
No dia programado para a primeira aula lá estava eu e a Lena, pontualidade britânica, à porta da sala aguardando por alguém, que não fazíamos a menor ideia quem seria.
Páginas às tantas junta-se a nós um “miúdo”, que também ficou a aguardar qualquer coisa.
A Lena, impaciente como era (é), num acto de irritação de quem espera e desespera, pergunta-me a mim e ao “miúdo”:
- Ouçam lá, mas essa merda desse professor nunca mais aparece?
Só consegui ouvir uma voz muito ténue perguntar:
- Vocês são alunas da cadeira de Mecânica?
E nós, em uníssono, respondemos:
- Sim. Claro que sim!
- Então vamos lá entrar – retorquiu o “miúdo”.
Ficámos sem palavras.

Eu e a Lena e outros colegas a quem se contou o sucedido, sabemos quem é o “miúdo”. Não sei se o “miúdo” se lembra desta história. Hoje é um Professor bastante conhecido e reconhecido.

22 comentários:

Adelaide disse...

Boa Zita! Conta aí a impaciência da Dona Helena! Mas fizeram o cadeirão...miúdas bonitas!!!

Joaquim Leça disse...

Bem, pela história aqui contada só pode ser o Professor Félix Rodrigues. É ou não é? Embora seja de uma geração mais novinha, tenho quase a certeza que é ele. Sim, porque ainda conheci a Helena Flor de Lima. Já agora, um beijinho da Madeira, Helena!

catarina disse...

Adelaide, prometo contar algumas histórias da Dona Helena. Nada que a envergonhe, mas detalhes do seu "mau feitio" matinal.
Beijino pra ti.

Zita disse...

Bem, juro que não sou CATARINA e sim a Zita. Não percebo o que é que se passa. A mensagem foi escrita para a Adelaide e fui eu, a própria da Zita que a enviou. Mas acho que andam infiltrações neste prédio.
Zita

Adelaide disse...

e eu já a imaginar, quem seria a Catarina? é que no convento, passaram muitas candidatas a freiras...

Zita disse...

E Stª Catarina até que é um bom título....

Graciete disse...

Zita,
Eu não te disse que ias aparecer!
Já tomaste o gosto, agora é sempre em frente...

Graciete disse...

Adelaide e Zita,
Como falaste do Convento, apresso-me a dizer que esta Stª Catarina não deve ser do meu tempo!

Zita, como te disse, mas agora...Catarinas há muitas!!!

Zita disse...

Pois é Graciete, quem é que não gosta de partilhar o passado? Tinhas razão. Mais tarde ou mais cedo eu ia andar por aqui. Acredito que vai valer a pena.
Um grande beijo pra ti.
Ah! Já agora gostaria de te dizer que a minha foto foi tirada em S. Miguel e fiz questão de a colocar aqui. Questões de globalização!

Helena Flor de lima disse...

Zita!
Gostei da história e só à pouco tempo é que o Prof Félix me contou e que nunca mais, ele se vai esquecer do seu primeiro dia de aulas no DCA - Com uma peça como eu a mandar bocas...
à relativamente pouco tempo estive com ele aqui em S. Miguel e ele disse-me que tinha uma boa para contar e que tinha acontecido comigo.....Passados estes anos todos fiquei bastante constrangida com o acontecimento, porque já não me lembrava desta cena..........

Helena Flor de lima disse...

Zita!
Quem é esta Catarina, desconheço tal figura que tem histórias acerca da minha pessoa, penso que não fazia parte do nosso circulo de amizades, pois não.....
Por favor, mostre a sua caricatura, para poder reconhecer tal figura

Helena Flor de lima disse...

Zita!
Não contes todas as minhas histórias esta semana, para não entupires este BLoog.....
Vai contando.....Cenas dos próximos capítulos!.....

Helena Flor de lima disse...

Joaquim Leça!
Muito prazer e muito gosto é o ver por estas bandas....
Tens que trazer o Pedro Sampaio, pois ele tem conhecimento deste nosso ponto de encontro.
Como já te apercebeste o miudo era realmente o Prof Félix Rodrigues
Um beijinho para ti

Graciete disse...

Helena,
STA CATARINA deve vir de ROMA. Deve ser dos(as) que estavam, em lista de espera, para serem beatificadas(os)!
Já passou a SANTA ou SANTO!
Mas o PAPA ainda não anunciou nada!
O SANTO está com muita pressa!
Onde está a IMAGEM deste Santo?
Qual é o seu SANTUÁRIO?

Graciete disse...

Helena,
O SANTO ou a SANTA é um aldabrão!
Anda até a enganar o PAPA!
Se meteu os papéis com ESTE NOME, escolheu muito mal!
CATARINA é nome que na altura não se usava!
Precipitou-se, como fazem os COBARDES, e julgou que, deste lado, não há gente inteligente!
O SANTO ou a SANTA que escolha OUTRO NOME e que APAREÇA com a sua IMAGEM!

Zita disse...

Amiga Helena,

Realmente se fosse a contar todas as tuas histórias esta semana, acho que acabavas num qualquer programa de entretenimento das tv's nacionais.
Prometo que vou dosear. Mas quem ainda não te conhecer vai fazer excursões a PDL para ter essa honra.
:)

Carlos Solipa disse...

Ó Leninha, andas muito conversadora aqui no tal do blog, vê lá quando é que mandas aqui um beijinho para o teu colega de quarto, sim de quarto, uma vez dormi no teu quarto juntamente com mais 4 ou 5 ilustres colegas. Lembras-te? Vê se contas a hitória.

Carlos Solipa disse...

Ó Leninha, andas muito conversadora aqui no tal do blog, vê lá quando é que mandas aqui um beijinho para o teu colega de quarto, sim de quarto, uma vez dormi no teu quarto juntamente com mais 4 ou 5 ilustres colegas. Lembras-te? Vê se contas a hitória.

Helena Flor de lima disse...

Boas carlos Solipa!
è verdade dormiste no covento depois de uma noitada eramos cinco ou seis: Solipa das neves, graça pinto, eu, graciete e não me recordo dos outros/as......Tia Mary não parava de levantar a alcatifa do piso de cima para espreitar pelo sobrado o que se passava, muito que nos rimos...lembraste Solipa......

Graciete disse...

Companheiros da dormida,
Confirmo a história.
Também não sei, para além dos que a Helena disse, com quem mais dormi.
Carlos, tu é que deves saber dos restantes.
Que tal repetirmos esta aventura no próximo encontro?
Estamos em crise e poupava-se muito!

Graciete disse...

Carlos,
Lembraste em que ano foi isso?
Foi antes de ires para Vila Real ou depois quando vieste repatriado?

Bruma das Ilhas disse...

Deixem-me aqui meter a colherada e vir em defesa das Damas do Convento. Não julguem lá os mais novos que o Convento era um local de farras (havia algumas....mas regradas)e poucos eram os homens que tinham autorização, por parte dos donos da casa, de lá entrarem. Por sorte, eu era um dos poucos. Vamos lá ver se as Damas do Convento ainda se lembram dos outros!...
Um beijinho para as Damas do Convento, que pelos seus espíritos afáveis alimentavam a fome a muita gente, nem que para isso se tivesse de reduzir a grossura das rodelas de ananaz, que à Janyne era oferecido, com muito amor, e que ela imediatamente cortava em rodelas para não ser comido pelos esfomeados. Mas também me lembro das farófias deliciosas, que alguém fazia...

Related Posts with Thumbnails