sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

O REI MAGO DE COPO NA MÃO - O RABIÇAIS BEBE COMO UM LEÃO!


Recorri a uma foto tirada em confraternização no célebre Museu do Vinho para dar uma ajuda à Graciete.

O nosso tarraço está agarrado ao Trapizomba COM UM COPO QUE NÃO É DE ÁGUA NA MÃO.

Eu estou agarrado a uma casta da mais tradicional cepa Terceirense.

Cobra agora ao Jorge o que ele se comprometeu.

Aproveita Graciete que eu não fico com ciúmes.

COBRA, COBRA, COBRA...!

9 comentários:

Presidente disse...

Rabiçais,
Foste apanhado!
És homem de palavra... cumpre!

Presidente disse...

Jorge Carvalho disse...

Graciete, vê lá bem todas as postagens, e por cada uma que me encontrares de copo na mão concedo-te um desejo incondicional!
:-)

18 de Dezembro de 2008 22:29

António Pedro Malva disse...

André, ajuda-me por favor! Eu já estava bebado? Não tenho a mínima ideia desta foto! Só me reconheci pelo chapéu...

Graciete disse...

Jorge, os meus pressentimentos estavam correctíssimos!
Afinal, omitiste a verdade. Agora quero, por direito, e já com o testemunho em minha posse, o que me prometeste. Quero que me concedes este “desejo incondicional”, mas agora cobro com juros, que o momento é de crise!
Viste como o André Oliveira é meu amigo, também!
Não tens como te safar!

Oli disse...

Na altura não havia balão para soprar mas lembro-me de alguém comentar que estavas como um frasco Malva! Não sei se corresponde a mais de 0,5.
Ainda assim bem disposto.
Quanto ao chapéu não sei se era de guerra, se resistiu a tanta folia.
Este foi um grupo de resistentes que desceu do meio do Mato onde se havia feito uma garraiada lá para os anos de 96 e acabou por dar de beber à sede no Museu do Vinho.
Se éramos mais ou quantos éramos ao todo não sei.
Penso que os que estão na foto teriam ido no meu carro na Terra Chã, que bem vistas as coisas cabiam lá bem.

Graciete disse...

Malva, como Menino Jesus que és no nosso presépio, penso que vou recorrer da ajuda deste precioso Museu do Vinho, que tanto apreciaste, para ver se ficas sossegado, quietinho, adormecido,...!!!

Jorge Carvalho disse...

Sempre fui um homem de palavra, não será agora que caminho para velho que tenho necessidade de fugir com o rabo à seringa!
Mas, antes de qualquer desejo, vamos esclarecer os factos:
um: André tás lixado comigo;
dois: ainda está para ser ver se aquele que vós dizeis ser, sou mesmo eu;
três: mesmo que se venha a confirmar que sou eu, temos de averiguar melhor pois não se vê copo algum;
quatro: mesmo que se chegue à conclusão que era um copo desde já vos digo que apenas fiz o favor de segurar o copo ao fotografo!
cinco: e pela forma como está a foto, na qual eu me encontro deslocalizadíssimo do grupo, tem ar de ter sido uma montagem, mal feita ainda por cima;
seis: se depois de tudo isto eu ainda for culpado, pois bem, o desejo da Graciete será uma ordem para mim!

Graciete disse...

Jorge, após as tuas palavras, e visto que também não te sei reconhecer na fotografia, apenas consigo observar o Malva e o André Oliveira, ficas, por enquanto e até haver provas em contrário, suspenso de cumprires o que prometeste.
Mas ficarei atenta!

Adelaide disse...

Não queria sair em defesa de ninguém , as realmente não vejo o Jorge! Reconheço, isso sim, o Joaquim Cerqueira, esse maroto, ainda não deu sinal de vida, assim como o Pedro Pi. Está muito frio aí para cima? Vão até ao Rio como fez o Jorge!

Related Posts with Thumbnails